Menu Páginas
Menu Categorias

Postado por em maio 3, 2016 em Destaques, Extra |

Tome banho de sol

Tome banho de sol

Os raios solares exercem múltiplos efeitos sobre o corpo humano. Eles destroem bactérias e outros micro-organismos, por exemplo. A ação antisséptica é produzida pelos raios ultravioleta. Se a dose de radiação solar que a pele recebe for conveniente, todos os processos vitais serão estimulados pela luz visível, assim como pelos raios infravermelhos e ultravioletas. Entenda como eles agem:

Na pele

Dilatam os vasos superficiais, provocando maior afluxo de sangue à pele. Isso contribui para evitar o acúmulo de sangue nos órgãos internos do tórax e do abdômen.

Estimulam a produção de melanina, pigmento celular que confere o tom bronzeado e, ao mesmo tempo, fortalece as camadas superficiais da pele, protegendo-a contra o excesso de radiação solar.

Têm ação bactericida, eliminando diversos micro-organismos. Por isso, ajudam a desinfetar e cicatrizar feridas superficiais.

Nos ossos

Ajudam a formar a vitamina D nas células da pele. Essa vitamina favorece a assimilação do cálcio ingerido com os alimentos, contribuindo decisivamente na formação e bom estado dos ossos.

Nos músculos

Melhoram a irrigação sanguínea e estimulam os processos bioquímicos produtores de energia que ocorrem nas células musculares. O resultado é o maior desenvolvimento e tônus muscular, especialmente benéfico para os enfermos submetidos à imobilização.

No sangue e no metabolismo

Estimulam a hematopoese, ou seja, a produção de glóbulos vermelhos, glóbulos brancos e plaquetas na medula óssea.

Diminuem o nível de glicose no sangue, aumentando a tolerância aos hidratos de carbono, o que é benéfico para os diabéticos.

No sistema cardiorrespiratório

Estimulam o sistema nervoso simpático, elevando a pressão arterial. Mas, à medida que a pele começa a ficar bronzeada e mais resistente, a pressão arterial e o metabolismo basal diminuem, fazendo com que o pulso e a respiração fiquem mais lentos.

No sistema nervoso

Estimulam as terminações nervosas da pele, influindo favoravelmente sobre o cérebro. Isso provoca uma reconfortante sensação de bem-estar.

No sistema endócrino

Os estímulos luminosos que impressionam a retina são transmitidos ao cérebro em forma de impulsos nervosos que atuam, entre outros órgãos, na hipófise, controlando a produção de hormônios nas demais glândulas endócrinas. A atividade dos ovários e dos testículos, por exemplo, depende em grande parte da quantidade de luz que chega à retina.

 

Modo de usar

  • Abra a janela do quarto e afaste cortinas e persianas.
  • Caminhe diariamente ao ar livre, mesmo que esteja nublado.
  • Tome banho de sol: alguns minutos de exposição direta são suficientes.
  • Se o local em que você trabalha é totalmente fechado, passe alguns minutos ao ar livre no horário de almoço.
  • Ao fazer exercícios, prefira estar ao ar livre ou num ambiente bem iluminado e com janelas abertas.

O sol é responsável por 90% da vitamina D de que precisamos. Basta uma exposição direta dos braços e das pernas por 15 a 20 minutos (sem protetor solar).

 

 

Fonte: Revista Vida e Saúde – Fevereiro/ 2016
Imagem: kesipun / Fotolia